Home / Dica do dr. /

Como Minimizar os Riscos em uma Cirurgia Plástica

Como Minimizar os Riscos em uma Cirurgia Plástica

por Dr. Francisco Neto

Talvez por algumas cirurgias plásticas deixarem apenas cicatrizes praticamente imperceptíveis, algumas pessoas a consideram um simples procedimento estético, que não envolve riscos ou não necessita de cuidados específicos. É nesses casos em que ocorrem a maioria das complicações.

Qualquer cirurgia estética ou reparadora exige diversos cuidados que devem ser tomados antes, durante e após a sua realização. Os exames e a análise minuciosa sobre o estado de saúde do paciente, a verificação se há algum fator ou hábito que aumente os riscos ou impossibilite a realização da cirurgia são essenciais para garantir a saúde e a segurança de qualquer intervenção.

Durante a cirurgia, é muito importante que algumas regras sejam respeitadas. Evitar tempo cirúrgico muito prolongado e sempre a presença de um médico anestesiologista durante todo o procedimento, além de serem usadas medidas para se minimizar os riscos de trombose, como uso de meias compressores de panturrilha e medicações de acordo com o caso. E quando todos os pré-requisitos são seguidos à risca, as chances de problemas em todas as cirurgias reduzem-se drasticamente.

Por isso, escolher um profissional membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica é tão importante quanto a definição do local para a realização do procedimento. “amais um procedimento pode ser feito fora de Centros Cirúrgicos devidamente aparelhados e autorizados pelos órgãos de vigilância sanitária para que no caso de qualquer situação adversa, haverá recursos necessários para a adequada reversão.